Ne">
Avanços do ZEE-MA são tema de pauta em reunião do Conselho de Meio Ambiente da FIEMA
Publicado em 28/02/2019

Nessa quarta-feira (28), os avanços do Zoneamento Ecológico do Maranhão (ZEE-MA), importante instrumento de gestão territorial de natureza técnico-científica e política, coordenado pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos (IMESC), foram destaque na 1ª Reunião Ordinária do Conselho de Meio Ambiente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA).

Representando o IMESC, o coordenador técnico do ZEE-MA, Luiz Jorge Dias, destacou as etapas já concluídas pelo zoneamento, que tem como fortes características a formulação e a espacialização das políticas públicas de desenvolvimento socioeconômico e de meio ambiente.

A reunião foi coordenada pelo Presidente do Conselho, Benedito Mendes. Além da atual situação do Zoneamento Ecológico Econômico do Estado do Maranhão etapa bioma amazônico, o Plano Diretor de São Luís também foi debatido pelos conselheiros.

ZEE/MA

O Governo do Maranhão está investindo R$ 5,93 milhões para a realização do ZEE-MA do Bioma Amazônico. Por determinação do governador, Flávio Dino, o IMESC é o órgão responsável pela gestão do projeto, tendo a função estratégica de coordenar o ZEE em parceria com as Secretarias de Estado, Instituições de Ensino Superior e sociedade civil.

A fim de otimizar o trabalho a ser feito, o ZEE foi dividido em duas etapas: a primeira, já em curso, realiza o zoneamento do Bioma Amazônico, que corresponde a 1/3 do território do Estado (108 municípios) e abriga maior complexidade de conflitos; já a segunda etapa irá contemplar o zoneamento do Bioma Cerrado, que corresponde a 2/3 do território maranhense (cerca de 110 municípios).

Para mais informações sobre a importância estratégica do Zoneamento Ecológico-Econômico do Estado, o governo disponibiliza o portal do ZEE, que pode ser acessado pelo link www.zee.ma.gov.br. O site reúne todo o conteúdo relacionado ao tema desde os primeiros levantamentos, realizados no fim dos anos 1990.