IMESC e SEPE firmam acordo para previsão de cenários visando atração de investimentos externos
Publicado em 28/12/2018
Fortalecendo o desenvolvimento de pesquisas e estudos do território, o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC), assinou, nesta quinta-feira (27), na Casa Civil, um acordo de cooperação técnica com a Secretaria Extraordinária de Programas Especiais (SEPE).
 
O acordo prevê uma parceria entre os órgãos para acesso a bases de dados e registros administrativos geo-referenciados, contribuindo com inteligência territorial capaz de desenhar mapas atualizados, de fluxos econômicos e demografia de empresas, no sentido de apoiar a atração de investimentos estruturantes para o Estado do Maranhão.
 
O IMESC vai disponibilizar para a SEPE, ferramentas de construção de relatórios contendo informações ambientais e socioeconômicas, com a confecção de mapas temáticos sobre o uso e ocupação e aptidão de áreas para atividades produtivas.
 
Para o presidente do IMESC, Felipe de Holanda, o acordo representa um grande passo para o Maranhão, pois “caminha no sentido da diretriz estratégica do Governador Flávio Dino, de ampliar as parcerias e ações entre secretarias e órgãos, no sentido de construir ferramentas de planejamento capazes de acelerar o desenvolvimento do Estado”.
 
“A SEPE já desenvolve um papel importante no Maranhão, pois é esta secretaria quem operacionaliza e comanda o processo de atração de investimentos. Com o apoio do IMESC, a Sepe poderá ter acesso à toda nossa inteligência territorial associada às coordenadas cartográficas e desenvolver um magnífico trabalho em todo o Estado”, acrescentou Felipe de Holanda.
 
A equipe técnica do IMESC está desenvolvendo o Sistema Integrado de Informações do Maranhão (SIEMA), uma ferramenta de Business Intelligence, que tem como objetivo integrar a coleta, compartilhamento e análise de dados construídos pelos agentes públicos do Estado.
 
O SIEMA vai colaborar para que o Estado unifique as linguagens de Planejamento, com integração às bases de dados dos demais sistemas de informação do governo. Ele prevê, como etapa fundamental, a tradução e o sequenciamento das políticas, programas, projetos e ações do Plano Plurianual e das demais peças de Planejamento e Orçamento, de forma a garantir o alinhamento do Planejamento Estadual com as metas da Estratégia ODS.
 
De acordo com o secretário da SEPE, Enos Henrique Nogueira Ferreira, os dados fornecidos pelo IMESC serão de grande importância para as ações da secretaria. “Nos deparamos com demandas de investidores que querem vir pro Maranhão e precisam de informações sobre o ambiente, o local, para que aquele empreendimento seja construído em uma região mais apropriada. Com o suporte do IMESC, essa parceria nos dará acesso para termos informações que são essenciais para que as tratativas com os investidores sejam mais objetivas”, analisou.
 
Todos os dados serão integrados ao Sistema de Informações do Estado do Maranhão (SIEMA), coordenado pelo IMESC. Com este convênio, é realizada mais uma etapa para o desenvolvimento deste sistema, que organiza uma base unificada de informações estratégicas para análise de dados, séries temporais, painéis de dados, indicadores sociais, modelos estatísticos e econométricos e registros administrativos.
 
O objetivo principal do SIEMA é institucionalizar a produção e a disponibilização das informações governamentais e qualificar a tomada de decisão de agentes públicos.
 
Convênio com a AGED e SEAP
 
Também neste mês de dezembro, o Imesc assinou um convênio a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged-MA), que visa o fornecimento de informações para construção e sistematização de banco de dados referentes à Defesa Agropecuária do Estado do Maranhão, a serem disponibilizadas na rede de informações e pesquisas do IMESC.
 
A criação do banco de dados possibilitará o fortalecimento das ações de Defesa agropecuária em todo o Maranhão, de acordo com a necessidade de cada região.
Já em novembro, foi assinado um termo de cooperação técnica com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), que visa o desenvolvimento de pesquisas e metodologias direcionadas a otimização do planejamento e ao desenvolvimento de políticas públicas interligadas ao sistema penitenciário do Maranhão.
 
Reconhecimento
 
O trabalho de integração de dados realizado pelo IMESC foi agraciado com o 2º lugar no Prêmio do Conselho Nacional do Ministério Público do Maranhão (MP-MA). Juntamente com o MP-MA, o IMESC foi reconhecido como instituição que colaborou para a redução da criminalidade em função do desenvolvimento de ferramenta que permite o estudo da dinâmica da cartografia da violência na Grande Ilha.