Presidente do Imesc destaca ampla participação popular em mais uma etapa das Escutas Territoriais
Publicado em 13/04/2018
Ferramenta de fortalecimento da Participação Popular na construção da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), para execução no ano de 2019, as Escutas Territoriais no município de Pindaré-Mirim, nesta sexta-feira (13), contaram com a participação de dezenas de moradores da cidade, que levaram a agentes do Poder Público Estadual propostas para a melhoria da qualidade de vida da população.
 
Felipe de Holanda, presidente do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) participou do evento e destacou a importância do debate entre governo e sociedade. "Tivemos, hoje, a felicidade de participar das discussões da comunidade com representantes da sociedade civil e dos poderes públicos, de uma discussão bastante interessante na região do Vale do Pindaré. Para nós do Imesc é motivo de orgulho e satisfação participar desse momento. Temos a certeza que os avanços no Sistema de Planejamento no Maranhão estão vindo com muita força, sob a liderança e inspiração do Governador Flávio Dino”, disse.
 
Felipe de Holanda destacou, ainda, a forte participação da juventude nos debates sobre as prioridades de investimento dos recursos públicos. "Este é um momento privilegiado na História do Maranhão, percebemos o avanço no nível de conscientização de todos os participantes, destacando a força da juventude, que veio aqui defender as bandeiras da educação, da ecologia, da segurança alimentar e de outros temas”, completou.
 
Além de Pindaré-Mirim, no Território Vale do Pindaré, representantes do Governo do Estado participaram de Escutas nos municípios de Itapecuru (Território Vale do Itapecuru), e Viana (Território Campos e Lagos).
 
Para o secretário-adjunto de Participação Popular da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Gilvan Alves, destacou a importância das escutas para a construção do planejamento do Estado. “As Escutas Territoriais do Orçamento Participativo são, sobretudo, um momento de afirmação da cidadania do povo maranhense. É o momento em que a população tem a oportunidade de contribuir para priorizar, para definir as ações do Governo no seu território, na sua região, no seu município", comentou.
 
Além do presidente do Imesc, participaram da Escuta em Pindaré-Mirim, o Secretário de Programas Especiais (Sepe), Pierre Januário e o Secretário Adjunto de Promoção do Mais IDH, Bruno Lacerda.