Imesc realiza 1ª Reunião Ordinária do CEZEE e do CTC de 2018
Publicado em 02/02/2018
Nesta quinta-feira (1º), o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) realizou a 1ª Reunião Ordinária da Comissão Estadual do Zoneamento Ecológico-Econômico (CEZEE-MA) e do Comitê Técnico-Científico (CTC-ZEE).
 
A reunião, que foi realizada no Prédio de Geografia, localizado no Campus Paulo VI da Universidade Estadual do Maranhão, em São Luís, pautou três pontos importantes: a atual situação das atividades do ZEE-MA; a apresentação do Plano de Trabalho das Equipes Temáticas envolvidas com o Zoneamento; e a oficialização do Calendário de reuniões para 2018.
 
O Coordenador Estadual do ZEE-MA, Prof. Luiz Jorge Bezerra Dias, reforçou que a reunião é estratégica por vários motivos. “É importante informar aos membros da Comissão Estadual e do CTC que as atividades do ZEE. Ambas são instâncias muito importantes para a manutenção do processo de governança do Zoneamento, pois têm a responsabilidade de nos auxiliar a tomarmos as decisões necessárias e cabíveis para que o processo do ZEE-MA continue com a maior integridade possível, tanto do ponto de vista técnico, quanto do gerencial”, analisou.
 
“Nós já temos uma base de dados consolidada para o inicio dos trabalhos, que darão depois confirmadas e alteradas, a partir dos dados que serão coletados nos meses de fevereiro e março. Orientamos esforços para a compilação dos dados, uma atividade que estava prevista para ocorrer apenas em início de março. E graças a comprometimento da equipe executora, concluímos essa etapa ainda no mês de janeiro e na próxima semana já estarão disponíveis para consulta, na forma de base de dados, no Portal do ZEE-MA”, pontuou Luiz Jorge. 
 
Outro motivo foi, ainda, a necessidade de se ter um cronograma mais real, com reuniões para todo o ano de 2018. Sendo assim, foram definidas as seguintes datas das próximas reuniões: 13/03, 12/06, 18/09 e 04/12.
 
“O ZEE permite um profundo conhecimento do Maranhão, por ser peça fundamental para o planejamento estratégico do Maranhão. O zoneamento é um importante instrumento de gestão territorial de natureza técnica-científica e política, voltado para formulação e espacialização das políticas públicas de desenvolvimento socioeconômico e de meio ambiente”, declarou o presidente do IMESC, Felipe de Holanda.
 
O geógrafo Luiz Carlos dos Santos, representando o Pró-Reitor de Extensão e Assuntos Estudantis da UEMA, Paulo Catunda, comentou sobre a importância da parceria entre os órgãos e a contribuição que o Zoneamento terá para o futuro do Estado. “Essa parceria, por meio do Governo do Estado, trará a possibilidade de se desenvolver mais atividades ambientais e econômicas no Maranhão, servindo de modelo para todo o Brasil”, pontuou.
 
A oportunidade de aproveitar a coleta de dados pelo ZEE-MA foi um dos pontos analisados por Jane Cavalcante, Supervisora de Florestas da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA). “Do ponto de vista técnico, a SEMA vai poder acessar um material cartográfico com precisão cientifica para os nossos mapas, licenciamentos ambientais e planejamentos de gestão ambiental no Bioma Amazônico. O Maranhão precisa de um projeto de restauração florestal e esse trabalho realizado pelo Imesc vai apontar as áreas para esta restauração. Assim, essas atividades para a Sema se tornam de extrema importância”, analisou.
 
Participaram da reunião representantes do IMESC, SEMA, Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (SEINC), Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM), Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca (SAGRIMA), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão (FAEMA) e Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).