Imesc realiza visita institucional a Fapespa no Pará
Publicado em 15/08/2017

Em uma visita institucional a Belém/PA, o presidente do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), Felipe de Holanda, esteve reunido com representantes da Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) visando a consolidação de parcerias técnico-científicas em vários temas de interesse para o planejamento territorial dos estados do Maranhão e do Pará.

Felipe de Holanda, acompanhado do coordenador estadual do Zoneamento Ecológico-Econômico do Estado do Maranhão, Luiz Jorge e do chefe do Departamento de Contas Regionais do Imesc, Dionatan Carvalho, discutiram, entre outros temas de interesse, sobre diagnóstico, monitoramento e avaliação de ações comuns aos dois estados no Bioma Amazônico, assim como metodologias de estudos e levantamentos nas bacias hidrográficas limítrofes entre os Maranhão e Pará, e também especificidades na adesão de ambos os estados na plataforma dos objetivos de desenvolvimento sustentável.

“Avançamos na discussão sobre a estratégia de planejamento territorial e atração de investimentos e infraestrutura em diversas cadeias produtivas para os dois estados”, pontuou o presidente do Imesc.

O Imesc participou do seminário “Projeções e Perspectivas para a Economia Brasileira e Paraense no 2° semestre de 2017”, realizado pela Fapespa, por meio do Grupo Interinstitucional de Análise Conjuntural (GEAC). Durante o evento, o presidente do Imesc, Felipe de Holanda, apresentou as projeções e perspectivas para a economia brasileira e regional.

“Nessa palestra tivemos a oportunidade de mostrar os estudos e pesquisas do Grupo de Conjuntura Econômica Maranhense, mantendo uma discussão de alto nível técnico com pesquisadores, gestores públicos, técnicos governamentais e também lideranças empresariais, tais como a Federação das Indústrias do Pará, Fecomércio do Pará, Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado do Pará, e diversas outras entidades”, avaliou o presidente do Imesc.

Além disso, o Imesc também esteve em visita à Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), serviço geológico da união, discutindo parcerias e cooperação técnica na elaboração do ZEE.